O Amor nos Tempos do Cólera

   Um homem se apaixona pela trança de uma menina de família. O idílio dura algumas cartas, mas ao conhecer seu admirador, a moça rejeita-o e casa com outro. O amor, porém, persiste e dura a vida inteira. E assim se começa mais um romance brilhante de Gabriel García Márquez. É incrivel a habilidade do Colombiano de criar historias e personagens fantasticos e carismaticos. Assim como em muitos casos, o livro é muito melhor que o filme protagonizado por Javier Bardem. É mais longo, mais bem contado que o filme.
   Uma coisa altamente positiva de se lembrar é que Gabriel García Marquez foi um dos poucos escritores da historia que depois que recebeu o Prêmio Nobel de Literatura, continou lançando obras importantes. García Márquez recebeu merecidamente o Prêmio em 1982 e lançou O Amor nos Tempos do Cólera em 1985, sendo o primeiro romance seu lançando depois do prêmio. 
   Para quem gosta e assisti mais cinema, a historia deste romance lembra um pouco ”O Diario de Uma Paixão” (2004) e ”Titanic” (1997). Mas claro, tem uma historia original e seu charme próprio. O livro esta no meu top 5 fácil melhores livros fácil, e desde 1985 já é um clássico da literatura universal. Se ainda não leu, leia.

Nota: 9.7

Morangos Silvestres

                                                                               

   Morangos Silvestres é um dos filmes mais aclamados do Mestre do Cinema Ingmar Bergman. Lançando no mesmo ano de O Sétimo Selo (1957), o filme ajudou a consagrar mundialmente o cineasta. Na Historia, um professor aposentado cai na estrada para receber um prêmio especial pela sua carreira. Ele leva a nora, mulher de seu filho. Durante a viagem, eles acabam dando carona a um grupo de jovens. Pelo caminho,o professor relembra passagens importantes de sua vida. 
   Nesta belo filme, se destaca vários elementos, como: A cena de abertura, no qual o personagem principal tem um pesadelo, onde esta em uma cidade deserta. No filme Bergman discute o egoísmo dos machos. Segundo o cineasta, os homens, mimados pelas mães e disputados pelas mulheres, tornam-se mesquinhos e apequenados, incapazes de amar.
   Interessante de se notar é a influencia mais uma vez da obra de Bergman nos filmes de Wooy Allen. Até a historia se assemelha um pouco com um filme muito conhecido de Allen, Desconstruindo Harry (1997).
   Ao longo de 46 filmes, Bergman lançou várias outras Obras-Primas como: Luz de Inverno, Vergonha, Gritos e Sussurros, Fanny e Alexandre, entre outros. Mas uma das obras mais marcantes é o Road Movie (eu considero) Morangos Silvestres. Um filme que mostra a força do cinema. Aliás, Bergman fazia cinema de verdade, diferente destas porcarias/lixos comerciais que vemos por ai, principalmente nos Estados Unidos.
Se ainda não assitiu amigo leitor, assista sem medo de ser feliz, o filme comentado aqui neste post é Obra-Prima.
Nota: 9.0

Os Maiores Escritores de Todos os Tempos

Uma Enquete Feita na Internet elegeu os 10 maiores escritores de todos os tempos. São escritores de Teatro, Cinema e principalmente, Literatura. A Lista:

01 Machado de Assis
02 William Shakespeare
03 Fyodor Dostoievski
04 Fernando Pessoa
05 Gabriel García Márquez
06 Paulo Coelho
07 Homero
08 José Saramago
09 Victor Hugo
10 Oscar Wilde

Balanço Mês de Julho

9.1 Crépusculo dos Deuses
9.0 Rashomon
9.0 Historias Minimas
9.0 Todos Dizem eu Te Amo
8.9 Desconstruindo Harry
8.9 Pacto Sinistro
8.9 Valente
8.9 Vergonha
8.9 Dirigindo no Escuro
8.9 Manhattan
8.9 Dorminhoco
8.9 As Crônicas de Spiderwick
8.5 Onde Mora Meu Amigo?
8.5 Broadway Danny Rose
8.0 Orgulho & Preconceito
8.0 A Outra
8.0 Tiros da Broadway
8.0 Jules e Jim
7.9 Três Vezes Amor
7.7 Um Amor de Tesouro
7.5 Efeito Domino
7.5 Requiem Para Um Sonho
6.5 Depois da Vida
6.0 O Buraco