A Felicidade Não se Compra

a-felicidade-nao-se-compra

George nasce e tem uma vida comum, simples. Mas com todos os problemas, sempre viveu feliz. Conseguiu se casar, e ter filhos. Mas ele chegou a um ponto que esta infeliz, achando que ninguém mais gosta dele. Ai, lá no céu, um anjo é mandado para ajudar George a perceber o tanto que ele é querido, para mostrar para ele a importancia da amizade e do amor.

Em um filme que marcou a década de 40, A Felicidade não se Compra foi indicado a vários prêmios, incluindo o Oscar de Melhor Filme. Aqui Frank Capra molda seu melhor filme e maior sucesso. Em um filme leve e encantador, que mostra como é importante uma familia e amigos. Amigos de Verdade.

Prefiro filmes mais humanos e simples como este e ”Ladrões de Bicicleta” do que os mais aclamados da década, ”Cidadão Kane” e ”Casablanca”. A década de quarenta iniciou vários anos épicos na historia do cinema, fazendo o quarteto fantastico das décadas, junto com as décadas de 50, 60 e 70. Com certeza, estas quatro foram as melhores décadas da historia do cinema. Mas sem esquecer a importancia de outras eras.

Nota: 9.1

Noites de Cabiria

 

poster1

:

O Filme começa com uma situação e termina praticamente com a mesma situação.

Noites de Cabiria é o sexto filme do Mestre Italiano Federico Fellini. Aqui o gênio se encontra em sua melhor fase. Anteriormente Fellini havia feito ”A Estrada da Vida” e posteriormente faria ”A Doce Vida’ e ”Oito e Meio” duas das maiores obras-primas do cinema Italiano e da historia do cinema mundial.

Na historia, Cabiria é uma prostituta que sai pelas noites para seu trabalho, mas sempre com a esperança de encontrar o homem de sua vida. Vencedor do Prêmio de Melhor Interpretação Feminina em Cannes, Giulietta Masina (esposa do diretor) dá um show de atuação, interpretando uma protagonista bonita e carismatica.

Na parte técnica, a fotografia é muito boa em P&B e a trilha sonora é boa. O filme de Fellini já mostra uma ousadia em certos aspectos, como na direção realista, na atuação, no estilo de narrativa. Ousadias que iriam ficar no auge com seu maior sucesso, ”Oito e Meio”.

O Filme começa com uma situação e termina praticamente com a mesma situação. Mas no inicio Cabiria esta brava, no fim ela esta triste, mas logo vem aquele sentimento de alegria. Aquele sentimento que nunca pode nos deixar, de alegria e esperança, mesmo estando em uma situação ruim. Mesmo assim.

Nota: 9.0

Te Pego lá Fora

 

three_o_clock_high

 

Na escola, Jerry é encarregado de fazer um trabalho/entrevista com o novo aluno Buddy. Mas o sujeito é um louco e acaba marcando uma luta com Jerry as três da tarde no estacionamento da escola. A partir deste ponto, Jerry, temendo por sua vida, tenta de todas as maneiras possiveis escapar da luta.

Nesta obra-prima de Phil Joanou, temos vários pontos positivos e nenhum negativo. Primeiro gostaria de falar das atuações. Casey Siemaszko esta a vontade no papel do nerd que se vê envolvido em uma situação totalmente desesperadora. Richard Tyson também da um show de atuação como o tipico bad-boy. Pena que hoje em dia, os dois e a maioria do elenco faça apenas pontas em séries e em filmes de menor porte.

A trilha sonora é excelente feita pelo grupo Tangerine Dream e com uma de minhas músicas preferidas ”Something to Remeber my Be” de Jim Walker. Outro fato importante de se destacar é como as brigas de escola são retradas com bom humor, mas também com realidade por Phil Joanou. Vale lembrar que Barry Sonnenfeld (Homens de Preto) e Steven Spielberg (A Lista de Shindler) produzem o filme.

É um filme que marcou minha vida (afinal eu também participei e presenciei muitas brigas na escola) e principalmente minha infancia. Té Pego la Fora é um clássico da sessão da tarde. É um clássico da década de 80. É um clássico do cinema!

Nota: 9.7

Top Hypado # 3

Intriga Internacional

poster

 

Roger se encontra com alguns amigos no centro da cidade. Em seguida dois homens o pegam pelo braço e praticamente o forçam a entrar em um carro. Em seguida o levam para uma mansão um pouco distante da cidade. Pouco depois tentam assassina-lo, mas Roger consegue escapar. A partir deste ponto ele vai ter que fugir desta organização e descobrir o que esta realmente acontecendo.

Em mais uma obra prima de Alfred Hitchcock, Cary Grant se destaca ao representar um homem comum, com uma vida comum, mas que acaba se transformando em uma espécie de agente-fugitivo. É incrivel como Hitchcock conduz a camera e os angulos, em cenas clássicas como a perseguição do avião e a cena com as estatuas com os antigos presidentes dos EUA.

Intriga Internacional é um dos melhores filmes de aventura e um dos melhores filmes da década de 50. Aliás, década esta que é a minha preferida em se tratando de cinema. Foi a década que brilharam também Billy Wilder, Akira Kurosawa, Ingmar Bergman, Federico Fellini, dentre outros grandes mestres do cinema. Mas o rei desta década com certeza foi Hitchcock.

Intriga Internacianal: Uma aventura inesquecivel e que sempre será uma das (diversas!) obras-primas já produzidas por Hollywood.

Nota: 9.1

Um Rosto na Noite

: :
Em mais uma Obra-Prima de Luchino Visconti, um dos grandes diretores italianos de todos os tempos, vemos um filme belíssimo e emocionante baseado na obra de Fyodor Dostoyevsky.

Mario sae pela noite e acaba conhecendo nas ruas italianas Natalia. De cara ele se apaixona por ela. Mas depois, ela acaba contando que esta esperando por Tenant, um homem que ela se apaixonou um ano atrás e esta esperando por ele.

Neste belo longa de 1957, vemos uma ótima fotografia (talvez a melhor em preto e branco que assisti até o momento) muito bonita. Vemos uma direção segura e atuações fantásticas. Aliás, Marcelo Mastroianni que interpreta Mario, dá um show de interpretação. Sem sombra de dúvidas um dos melhores atores de todos os tempos. Ele atua com uma segurança que lembra outros monstros sagrados como Robert De Niro, Marlon Brando e Daniel Day-Lewis.

Para finalizar, digo que é mais um marco na historia do cinema italiano, que brilhou mais do que nunca nas décadas de 40, 50 e 60. Um Rosto na Noite já entra para o meu Top 30 melhores filmes de todos os tempos. Um filme simples, mas honesto e tocante. Um marco.

Nota: 9.1

Os Pássaros

Melanie viaja para uma cidade do interior para entregar um casal de
periquitos para uma família. Mas ao começar a andar pela cidade, descobre
uma rebeldia dos pássaros do local, que começam a atacar as pessoas.

Em mais este clássico, o Mestre do Suspense, Alfred Hitchcock prova mais
uma vez que é um gênio. A maneira como conduz a trama é incrível, os
atores, os pássaros. Uma prova de sua genialidade é a cena em que o posto
de gasolina pega fogo, então se mostra no céu, o posto lá embaixo e os pássaros
indo em direção dos pedestres. Quem assistiu o filme, sabe do que eu estou falando.

E outro fator altamente positivo, é o fato de o longa ser inteligente, ter uma trama adulta, mas não deixar de ser leve e ter um bom humor. Assisti pela primeira vez este recentemente, mas desde já é um dos melhores filmes de terror que assisti. Os Pássaros com certeza foi um marco para os filmes deste gênero, e um marco na carreira deste, que é considerado por muitos, o melhor diretor de todos os tempos.

Nota: 9.0

Morangos Silvestres

                                                                               

   Morangos Silvestres é um dos filmes mais aclamados do Mestre do Cinema Ingmar Bergman. Lançando no mesmo ano de O Sétimo Selo (1957), o filme ajudou a consagrar mundialmente o cineasta. Na Historia, um professor aposentado cai na estrada para receber um prêmio especial pela sua carreira. Ele leva a nora, mulher de seu filho. Durante a viagem, eles acabam dando carona a um grupo de jovens. Pelo caminho,o professor relembra passagens importantes de sua vida. 
   Nesta belo filme, se destaca vários elementos, como: A cena de abertura, no qual o personagem principal tem um pesadelo, onde esta em uma cidade deserta. No filme Bergman discute o egoísmo dos machos. Segundo o cineasta, os homens, mimados pelas mães e disputados pelas mulheres, tornam-se mesquinhos e apequenados, incapazes de amar.
   Interessante de se notar é a influencia mais uma vez da obra de Bergman nos filmes de Wooy Allen. Até a historia se assemelha um pouco com um filme muito conhecido de Allen, Desconstruindo Harry (1997).
   Ao longo de 46 filmes, Bergman lançou várias outras Obras-Primas como: Luz de Inverno, Vergonha, Gritos e Sussurros, Fanny e Alexandre, entre outros. Mas uma das obras mais marcantes é o Road Movie (eu considero) Morangos Silvestres. Um filme que mostra a força do cinema. Aliás, Bergman fazia cinema de verdade, diferente destas porcarias/lixos comerciais que vemos por ai, principalmente nos Estados Unidos.
Se ainda não assitiu amigo leitor, assista sem medo de ser feliz, o filme comentado aqui neste post é Obra-Prima.
Nota: 9.0